31 dias de NaNoPrep


Como a maioria dos meus leitores já sabem, todo ano, no mês de novembro, acontece o NaNoWriMo, um evento de incentivo à escrita consistente em um sistema de autodesafio em que o participante deve completar um total de 50.000 palavras escritas durante o período de um mês.

Uma vez que escrever um livro é uma tarefa complicada, ainda mais com a pressão do tempo, surgiu também o #NaNoPrep ou #PrepTober, que visa organizar o que será escrito a partir de 1º de novembro. Vale lembrar aqui que a ideia é tão somente preparar materiais e não começar a escrever (não queremos ninguém quebrando regras por aqui, hein?).

Com isso em mente, trago a vocês o meu NaNoPrep desse ano, consistente em um tema por dia para que você trabalhei o roteiro do seu projeto. Antes disso, algumas dicas pré-NaNoPrep.

1. Decida sobre o que vai escrever
É mais difícil do que parece, principalmente quando se tem uma vasta pasta de projetos apenas esperando para serem escolhidas. Escolha um dos projetos - aquele com qual você se sentir mais emocionalmente conectado - e se atenha a ele. Pode ser o projeto que está na gaveta há anos ou a ideia que você acabou de ter enquanto bebia seu café. Não importa, desde que o tema dê vontade de escrever.

2. Dê um nome ao seu projeto
Parece bobo, mas ajuda muito! Pode ser um nome provisório e pode ser aquele primeiro nome tosco que você pensar. É uma forma de dar mais "corpo" ao seu projeto. Acredite: você se sentirá mais conectado e mais realizado ao ter um título.

3. Faça uma capa
Para quem não está familiarizado com o site no NaNoWriMo, quando você anuncia sua participação e cria sua história, é possível colocar uma capa. Assim como o título, não é um requisito essencial, mas também dá uma sensação de proximidade com o projeto.
Pessoalmente, eu indico o Canva, que é uma aplicação online gratuita muito fácil de se usar (admito, uso para quase tudo)

4. Pesquise
Parta da premissa que você só vai conseguir escrever de forma convincente sobre o que você conhece. Então estudar nunca é demais. Leia histórias do mesmo gênero ou pesquise fatos históricos, o que for necessário para sua criação. Garanto que na hora de escrever a trama fluirá mais facilmente se você detiver o conhecimento.

5. Procure por imagens
Sugiro que crie uma pasta com imagens que te remetam ao seu universo ficcional, seja para inspirar-se na criação de personagens e suas roupas, armas, seja para a visualização de uma cidade ou uma cenário. É mais fácil descrever se você estiver olhando para o que o seu leitor deveria imagina. O Pinterest será seu melhor amigo, mas também é muito válido que você desenhe seus próprios personagens e cenários.

6. Organize-se
Se vai fazer toda a criação a mão, encontre um pasta para guardar seus papéis. Se é mais regrado e gosta de seguir um método, porque não fazer um Bullet Journal apenas para o NaNoWriMo. Se é mais da tecnologia, crie suas pastas virtuais. Lembre-se que a organização também é importante para sobreviver à pressão.



◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇


Com sua pré-lista completa (ou não), agora é a hora de efetivamente colocar a mão na massa com os temas dos 31 dias de NaNoPrep.
Alguns temas são, de fato, mais trabalhosos que outros. Pode ser que você termine um deles tão rápido que queira começar os seguintes - não há qualquer problema. A ideia é que você trabalhe todos os temas e, de preferência todos os dias. Para os temas mais trabalhosos, não deixe de conferir os recursos por nós disponibilizados.


NaNoPrep
Degradê Invisível - 2018

01. Sobre o que é você quer escrever? Faça um brainstorm.
Pense em tudo que você quer que sua trama contenha. Pode ser genérico. Suas anotações parecerão meio esquizofrênicas, mas a ideia é colocar no papel todas as suas inspirações.
Exemplo: montanha, pinguins, solidão, loucura.
Não tenha medo das suas ideias. Anote tudo que te inspira, mesmo as coisas mais bobas.


02. Determine o gênero
Se você não sabe qual gênero, dê uma olhada na sua estante e pense em quais são os seus livros favoritos. É provável que você se sinta mais confortável escrevendo algo que você gostaria de ler.


03. Qual é a premissa da sua trama? Determine-a em uma única sentença.
Exemplo: A deve fazer B para evitar/obter C, mas D é um grande empecilho.



04. Em qual universo a sua história irá acontecer? Descreva e defina seu espaço-tempo.
Pense universo como algo mais abrangente. O que você precisa saber é se sua história irá acontecer no espaço ou na Idade Média. Inclua aqui eventuais questões culturais, políticas e geográficas envolvidas na sua trama. Se necessário, desenhe mapas.


05. Quem é o seu protagonista? O que ele mais quer no mundo e por quê?

>> Confira aqui: Dicas de criação de personagem


06. Quais são as características marcantes de seu personagem?
Entenda como cicatrizes, tatuagens, manias. Qualquer coisa que lhe seja único.


07. Qual será sua cena final? Resuma.
Saber exatamente onde você quer chegar é importante para guiar sua trama, ligando todos os pontos. Não são raros os escritores que iniciam a história pelo final e é um método que funciona para muitos.


08. Defina a jornada do seu protagonista.
Siga o seguinte percurso:
1. Motivação superficial
2. Chamado
3. Motivação
4. Conflito
5. Ultimato

>> Confira aqui: Criação de Trama: A Jornada do Herói


09. Quais são as coisas ou pessoas que vão entrar no caminho do protagonista?


10. Como seu protagonista será transformado?


11. Seu protagonista irá perder algo importante. O que é?


12. Seu protagonista tem algum mentor? Descreva-o.


13. Existe um antagonista? Quem é ele? Descreva-o.
Antagonista não é sinônimo de vilão. Antagonista significa "aquele que age em sentido oposto". Assim, se seu protagonista for um leão caçando, um antagonista poderia ser outro leão querendo a mesma presa.


14. Qual é o círculo social do seu protagonista? Faça sua árvore genealógica e defina seus amigos/conhecidos.
A ideia é você desenhar minimamente quais são as relações do seu protagonista. A descrição desses personagens deve ser resumida, tão somente para que você tenha um bom "background" do seu personagem. A título de exemplo, pense que se você fosse escrever uma história sobre sua vida e tem oito tios, talvez não fosse relevante para a história ter oito tios, mas você sabe que tem.


15. Quais são os personagens secundários importantes para o desenvolvimento da trama? Descreva-os.
Aqui cabe uma descrição mais completa, tal qual a descrição do protagonista e do antagonista. Não esqueça de fazer uma mini-jornada para todos os personagens importantes.


16Quais são as cenas e acontecimentos essenciais (ainda que não apareçam expressamente) da trama? Faça uma linha do tempo e descreva cada uma dessas cenas em uma única sentença.


17. Faça um resumo de cada uma das cenas do item anterior.
Use o seguinte modelo
"Quem:
Onde:
Resumo:
Motivo para a cena:
Consequência:"


18. Quais são as subtramas? Descreve-as resumidamente.
A subtrama é uma trama secundária e subordinada que complementa a trama principal. Um exemplo muito claro está presente no livro "O Sol É Para Todos", consistente no fascínio das crianças pelo vizinho Arthur Radley, ao passo em que a trama principal é, claramente, o preconceito racial.


19. Quais cenas envolvem as subtramas? Faça um resumo de cada uma delas.
Use o seguinte modelo
"Quem:
Onde:
Resumo:
Motivo para a cena:
Consequência:"


20. Adicione as cenas de subtrama na linha do tempo principal.


21. Classifique suas cenas.
Exemplo: discussões, lutas, dramas internos, romance. Use a classificação que preferir. A ideia é que você tenha consciência do conteúdo da sua trama e saiba o quanto de humor, de ação, de romance tem no seu enredo.


22. Dê um segredo para um dos personagens. Como esse segredo afeta a trama?


23. Há superstições, criaturas místicas, monstros ou máquinas poderosas ou desconhecidas? Descreva-as.


24. Há magias ou conhecimentos científicos envolvidos? Descreva-os.


25Pesquise referências.
Se você ainda não criou uma pasta de imagens de referências, agora é a hora. Você já tem uma ideia geral do que quer do seu universo e dos seus personagens. Agora é a hora de deixá-los mais concretos.


26. Crie uma playlist
Pode ser uma playlist geral - com músicas que te inspirem a escrever durante o mês de novembro - ou você pode ir mais fundo e criar uma playlist levando em consideração as cenas da sua trama, como se fosse uma trilha sonora. Bem filminho mesmo.


27. Revise sua trama e preencha eventuais lacunas.


28. Desenhe a estrutura final da sua história e decida qual será o ponto de vista.
Determine em qual capítulo vai cada cena. Tenha consciência que essa estrutura pode e será alterada no momento em que a história for efetivamente escrita, devendo servir apenas de base, não como regra. Deixe essa estrutura sempre a vista enquanto estiver escrevendo.
Sobre o ponto de vista, eu sei que há pessoas que determinam o ponto de vista logo no começo. Particularmente, prefiro escolher depois de saber quais são as cenas que terão no enredo - somente assim você pode ter a certeza de qual a melhor forma de contar a história.


29Responda a perguntas sobre seu protagonista.
De certa forma, seu protagonista é a base da sua trama. Você precisa saber tudo sobre ele - e isso inclui a cor de suas roupas íntimas.



30. Organize seu calendário de novembro.
Nada de criação. Hoje é dia de começar a se organizar para a sessão de tensão que logo se iniciará.


31. Respire fundo e leia tudo que criou até hoje.
Não se cansei hoje. Amanhã começa o NaNoWriMo. Se precisar tirar o dia de folga, é até melhor. Longas horas de trabalho estão por vir. Boa sorte!


◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.