Projeto 52x5 - Fevereiro

segunda-feira, fevereiro 26, 2018

Final de mês significa o que? É hora de rever todos as postagens de 52x5 que rolaram no instagram durante todo esse mês. Foi um tema melhor que o outro. Bora conferir?

>> Confira aqui a lista completa do desafio




1. Voar. Acho que é essencial para me diferenciar dos normais. E seria uma experiência incrível, além de facilitar e muito a minha vida. Nunca mais me atrasaria para nada.

2. Ler mentes. Nada melhor do que finalmente conseguir entender o que se passa na cabeça daquele carinha que você tanto gosta, né? Mas eu gostaria de poder escolher de quem vou ler a mente. Ficar ouvindo os pensamentos de geral, o tempo todo, deve dar enxaqueca.

3. Invisibilidade. Tem tantas coisas que eu adoraria fazer estando invisível. Até umas coisas pervertidas heheh Brincadeira. Mas eu faria bom uso desse poder.

4. Raciocínio lógico. Igual ao do Sherlock Holmes, no caso, já que eu o considero um super-herói. O meu preferido, por sinal.

5. Corpão. Não é exatamente um super-poder, mas, afinal, já viu algum super-herói gordão ou magrelão? Jamais. Então quero o corpão também.


◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇




1. Coloco açúcar no café. Ainda não me acostumei com o amargo dele por completo.

2. Tomo um copo de água antes de dormir. Principalmente no verão. Quando não tomo, acordo no meio da noite com a garganta muito seca.

3. Levo um casaco na bolsa. Mesmo se estiver 35 graus, eu vou levar um casaquinho fino comigo. É a voz da minha mãe rogando praga: "Vai esfriar, minha filha".

4. Tenho comida na bolsa. Quando eu era mais nova, meu ex-namorado costumava dizer que eu levava minha casa na minha mochila. Não que minha mochila fosse pesada, mas eu sempre tinha tudo. Band-aid, comida (pesticos doces e salgados), remédio. Tudo. Sempre muito bem preparada para qualquer eventualidade.

5. Escrevo sobre as pessoas que gosto. Escrever é a maneira que tenho de lidar com meus sentimentos. Tenho uma dificuldade em expressar o que sinto, principalmente quando se trata de relacionamento amoroso. Então coloco no papel tudo que penso e que gostaria de falar para pessoa, mesmo que seja muito íntimo. A verdade é que na maioria das vezes, não mostro para ninguém, mas só o fato de colocá-las no papel já é um alívio.


◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇


Essa foi uma escolha muito difícil de se fazer. Já assisti tantos filmes infantis bons - vários até me fizeram chorar. Mas tentei ser justa e deixar meu coração de manteiga derretida e escolher os que eu realmente achei bom.



1. Moana





Moana me encantou pela personagem principal. Apesar de eu não ter ido muito com a cara do semi-deus Maui, a história toda me pareceu muito bem pensada e gostei da trama se voltar nela buscando ser quem ela queria ser. Lembrou-me muito a Mulan, só que em outro cenário. A música tema dela é sensacional - e eu me senti muito representada por ela. Ela e Pocahontas são uma das poucas personagens que eu consigo me sentir representada, principalmente pela cor da pele e pelo cabelo. Disney acertou em cheio com esse filme.




2. Divertida Mente


Na minha singela opinião, Divertida Mente foi um dos melhores filmes mais infantis que já vi (o Moana ai de cima já tinha uma pegada até juvenil) pela forma como mostrou a construção da personalidade (como tudo que passamos constrói quem somos). Tanto é que uma das minhas personagens preferidas era a Tristeza (no inglês era Sadness, não sei o nome em português certinho). Eu chorei todas as vezes que assisti. É uma graça.




3. A Viagem de Chihiro




Até hoje sinto a dor no meu coração de me lembrar do final. Lembro que a primeira vez que assisti, achei o filme muito doidão, mas guardei no coração para todo sempre. Preciso assisti-lo novamente... URGENTE!




4. Mulan



Antes de Moana, Mulan e Pocahontas eram as únicas personagens da Disney com que eu conseguia me identificar. Achava Mulan sensacional - e lembro de querer ser como ela. Valente. Sem medo de ser quem ela queria ser. E a música da Christina Aguilera então... Não é a toa que essa música está entre uma das minhas citações favoritas, que coloquei no 52x5 #4 (veja aqui). Ai, Mulan <3



5. Wall-E




Eu não tenho palavras pra descrever esse filme. Esse robozinho roubou meu coração desde a primeira cena. Wall-E é a coisa mais linda do mundo. Quero um desses pra mim.




◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇




Na minha época de fanzete, eu tinha mil vontades de conhecer pessoas. Hoje em dia, talvez porque já estou mais velha, acho que mesmo essas celebridades são pessoas comuns como eu, mas que tiveram uma oportunidade e com isso veio o reconhecimento. Por causa disso, minha lista diminuiu muito e tive que pensar bastante para escolher quem eu gostaria de conhecer.

1. Hayley Williams. A voz dela é sensacional e sou fã desde o começo do Paramore. Ela é, provavelmente, a única que restou da minha época de fanzete que eu ainda quero conhecer e muito.

2. Aristóteles. O cara era muito inteligente. De filosofia a matemática... Não preciso dizer mais nada, né?

3. Zygmunt Bauman. Eu precisei ler muito das obras dele para a minha tese e a teoria dele da sociedade líquida - das relações líquidas - me convenceu e virou minha inspiração para muita coisa, até mesmo para ser uma pessoa menos "líquida". Uma pena que ele já se foi. Pelo menos tive a sorte de conhecer suas obras.

4. Tolkien. Mas isso porque a obra dele me dá muita admiração e gostaria de trocar algumas palavrinhas com ele sobre criação de mundos.

5. Clarice Lispector. Mulher e escritora. Ponto final.


>> Confira aqui a lista completa do desafio



Um comentário:

  1. Eu adoro muito este projeto, porém não tenho coragem de participar pela falta de tempo.

    livrosrabiscando.blogspot.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.