Projeto 52x5 - Janeiro

segunda-feira, janeiro 29, 2018

O Projeto 52x5 é um projeto de auto conhecimento que consiste em responder uma pergunta por semana durante o período de um ano sobre temas variados, como explicado em sua abertura. Como disse, semanalmente estou postando as respostas no instagram (confia aqui). É com muita felicidade que trago agora a primeira coleção de respostas. Bora conferir?

>> Confira aqui a lista completa do desafio


1. Escrever. Nada me completa mais do que um caderno sem pauta e uma lapiseira.

2. Frappuccino de Caramelo. Principalmente o da Starbucks.

3. Livrarias. Eu me perco no meio das estantes. Horas e horas sem fim.

4. Música. Acho que se meu violão desaparecesse, eu entraria em depressão. Não consigo passar um dia sem cantar ou tocar uma núsica.

5. Doces Fini. E nada mais precisa ser dito.


◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇



Foi até difícil pensar nas cinco coisas. As três primeiras vieram rápido - as duas últimas me fizeram pensar um pouco mais. Eu já fiz tanta coisa... Tanto já aconteceu comigo que ficou difícil de pensar em algo.


1. Publiquei um livro. E esse ainda é meu maior sonho - não pelo dinheiro ou pela fama, mas pelo desejo de ter minhas palavras lidas, de tocar alguém com minhas histórias.

2. Viajei para a Dinamarca. Eu tenho uma certa paixão pelos países Nórdicos, não sei explicar. Quem sabe um dia?

3. Pulei de para-quedas. Eu tenho um misto de vontade e medo. Todo mundo que pula, diz que é muito bom, que é uma sensação única e inexplicável. Ainda não tive essa oportunidade.

4. Fiquei internada. Já fiquei bem doente, mas nunca precisei ser internada em hospital, graças aos cosmos. Não poderia ser mais sortuda. A saúde é uma das poucas coisas que só damos valor quando perdemos.

5. Construí um boneco de neve. Aqui no Brasil não tem neve - e mesmo quando morei fora e peguei neve no inverno, a neve não estava boa o suficiente para fazer o bonecão. Fiquei muito chateada.


◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇


1. Piscina. Não existe N-A-D-A melhor do que pular nas piscina no calor. Se eu pudesse, vivia debaixo d'água durante o verão. Pena que preciso respirar.

2. Tomar sorvete. Chega o verão, eu experimento um sabor novo por dia. Sou apaixonada por sorvetes de comida de passarinhos, tipo pistache, amêndoa e essas coisas.

3. Dormir a tarde. É impressionante: dá três, quatro da tarde, me bate um sono sem explicação. Ai, que delícia de soneca.

4. Passear no parque. Um sol lindo e maravilhoso e você trancado no quarto? Senhor, perdoa... Eles não sabem o que fazem.

5. Tomar sucos. Principalmente melancia e gengibre - mais refrescante, impossível.

◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇


1.
Há muito tempo Satanás é conhecido como o Adversário, mas Deus teme a mulher muito mais do que o Diabo, e Ele está certo. Ela, com seu poder de trazer vidas ao mundo, é quem foi realmente feita à imagem e semelhança do Criador, e não o homem, e Ela, de todas as formas possíveis, provou ser muito mais merecedora da adoração dos homens do que Cristo, aquele fanático com a barba por fazer, desejando o fim do mundo. Deus salva, mas não aqui nem agora. Sua salvação é um consórcio. Como todo vigarista, Ele pede que você pague agora e acredite que irá receber depois. Enquanto as mulheres oferecem outra forma de salvação, mais imediata e satisfatória. Elas não protelam seu amor para uma eternidade distante e vaga, mas o oferecem aqui e agora, frequentemente para aqueles que menos o merecem. Foi assim no meu caso. É assim com muitos. Desde o início, o Diabo e as mulheres se uniram contra Deus, desde quando Satanás, na forma de uma serpente, se aproximou do primeiro homem e sussurrou no ouvido de Adão que a verdadeira felicidade não estava nas preces, mas sim na boceta de Eva. (O Pacto, de Joe Hill)

2.
I swear I don't love the drama, it loves me (End Game, Taylor Swift)

Tradução livre: I juro que não amo o drama, ele que me ama.


3.
O tribunal é o único lugar onde todas as pessoas deveriam ser tratadas como iguais, não importa de qual cor do arco-íris elas sejam, mas as pessoas sempre acabam levando seus ressentimentos para o banco do júri. À medida que for crescendo, vai ver brancos enganando negros todos os dias, mas vou lhe dizer uma coisa e quero que nunca esqueça: sempre que um branco faz esse tipo de coisa com um nego, não importa quem ele seja, quanto dinheiro tenha ou quão distinta seja a família da qual ele vem, esse homem não vale nada. (O Sol é para todos, Harper Lee)


4.
Must I pretend that I'm someone else for all time? When will my reflection show who I am inside? There's a heart that must be free to fly, that burns with the need to know the reason why... Why must we all conceal what we think, how we feel? Must there be a secret me I'm forced to hide? I won't pretend that I'm someone else for all time... When will my reflection show who I am inside? (Reflection, Christina Aguilera)

Tradução livre:
Eu tenho que fingir ser outra pessoa o tempo todo? Quando meu reflexo vai mostrar quem sou de verdade? Tenho um coração que precisa ser livre pra voar - que queima com a necessidade de saber porque... Porque temos que ocultar o que pensamos, como sentimos? É realmente necessário existir um eu secreto, a quem sou obrigada a esconder? Eu não vou mais fingir ser outra pessoa. Quando meu reflexo vai mostrar quem sou de verdade?


5.
Se a raça humana alguma vez já inventou uma instituição mais eficaz na propagação de debilidades intelectuais e éticas do que a nobreza, eu ainda preciso me deparar com ela. Pegue o resultado de meio milênio de cruzamentos entre mongoloides, primos de primeiro grau e hemofílicos. Crie-os com a ajuda de gerações de babás inchadas, confessores estragas pela bebida e acadêmicos fracassados, pois Sakra sabe que a mamãe e o papai estão ocupados demais tropeçando na corte para poder cuidar da criação de um filho. Garanta que os treinamentos recebidos por eles na juventude não se estenda a nada mais prático do que a esgrima e um punhado de idiomas que ninguém mais fala, assegure a eles uma fortuna ao alcançarem a maioridade, deixe-os fora do alcance de qualquer sistema jurídico mais desenvolvido que o código duello, adicione as inclinações gerais humanas para a preguiça, a avareza e a intolerância, mexa bem e voilà, você tem a aristocracia (O Guardião, de Daniel Polansky)
◆◇◆◇◆◇◆◇◆◇



Essa foi outra das listas difíceis de fazer, principalmente porque estou em um momento da minha vida em que estou tentando me desintoxicar do capitalismo exacerbado, tentando passar para frente coisas que estou acumulando e que não me fazem feliz (no sentindo que não me importo com elas).
Talvez por causa dessa vibe, percebi que tenho tudo que preciso e mais um pouco (aliás, muito mais do que "mais um pouco", então fica difícil ter algo na minha wishlist.
Mas bora lá...

1. Óculos de Sol. Eu perdi o meu e estou sem desde então. Para o verão, não é melhor combinação, principalmente considerando que tenho sensibilidade ao Sol.

2. Painel de fotos metálico. Faz um bom tempo que queria ter um painel grande, para prender minhas fotos com imãs. Tenho espaços grandes nas minhas paredes que não são utilizados, então pensei nisso, mas nunca fui atrás de verdade.

3. Câmera semi-profissional ou profissional. Recentemente comecei meu canal, então ter uma câmera melhor seria ótimo. Até tenho uma semi-profissional, mas ela não tem entrada de câmera. Mas não é algo que estou procurando, até porque não é algo urgente.

4. Fazer mestrado. Não é algo comprável, mas faz parte dos meus desejos, né? Então tá ai e nem precisa de muita explicação.

5. Disney. Sou louca para ir para o parque de montanha-russa lá. Parece bobo, mas eu adoro e quero ir antes que fique velha demais para isso.



>> Confira aqui a lista completa do desafio



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.