Enrolado





Vendo você parada aí
As palavras não me vem
Minha mente sempre para
No início de um "olá"

Meu vocabulário rebuscado
De rosas e machados
Se perde em meio aos cachos
Afundando no embaraço

A coerência me abandona
O sentido me envelhece
O diálogo, ah
Esse entristece

Mas é então que nesse cru
Ela vê alguma luz
Um sorriso tão estranho
Uma faísca se apagando




0 comentários:

Postar um comentário

 

Curta