Refração




Nas paredes frias 
De um caixão de metal
Senti o seu olhar animal 
Me espreitando na escuridão 

Mas como ninguém o via 
Imaginei que era ideia minha 
Apenas uma ilusão 
De refração 

Mas quando cheguei em casa 
Ainda me acompanhava 
A sombra na varanda 
Que me espelhava 

Foi quando me ocorreu 
Que a sombra de mim 
Também era eu


0 comentários:

Postar um comentário

 

Curta

Siga