Por que Amamos os Vilões?

by - segunda-feira, fevereiro 15, 2016



Eles são maus, cruéis, terríveis. E nós os amamos. Ninguém ao certo sabe explicar o porquê de gostarmos tanto assim dos vilões dos desenhos e filmes e por que tantos atores amam interpretá-los.
Os vilões são geralmente bonitos, elegantes, sensuais, misteriosos. E isso desperta um interesse geral e às vezes até uma afinidade.
Os mocinhos geralmente dizem “sim” a todos, querem agradar, se sacrificam, o que às vezes soa como falta de personalidade. Já os vilões não, eles são autênticos e se colocam sempre em primeiro lugar. Agem de acordo com sua vontade e não têm medo de nada.
Uma característica comum de todos os vilões dos filmes e desenhos: eles fazem de tudo para alcançar o que desejam.
As vilãs, principalmente, são muito especiais, pois são mulheres livres. Que não dependem de um amor para viverem suas vidas como quiserem e não possuem medo de expor sua sexualidade. Palmas pra elas!
Certa vez, uma sábia amiga me disse: “Os vilões se permitem”. Com isso ela conseguiu definir porque são tão amados.
A sociedade condena pessoas que se permitem, então se você faz isso, é um vilão nato. Os mocinhos são aqueles que agradam a todos e deixam sua autenticidade de lado. Isso os faz bons. Mas que bondade é essa em que você faz bem para os outros e não faz para si mesmo?
Claro que, dentre essas características maravilhosas dos vilões, eles também têm muitos defeitos como inveja, ganância, traumas, bloqueios sentimentais. Mas quer saber? Até isso os faz especiais, pois são humanos. Nós também temos defeitos de todos os tipos e de todas as intensidades.
No final os vilões sempre se dão mal por causa de seus defeitos, assim como nós que pagamos um alto preço por sermos o que somos, mas que aprendemos com os erros e com a dor.

Para Bete, minha vilã favorita!


Leia Também

0 comentários