I Don't Wanna Dance







O escuro palco, ao fundo ressoa uma melodia. O brilho do linóleo e ninguém na platéia, uma luz vem a clarear o meu ser, naquela imensidão sozinha, um súbito arrepio.
Num balanço meu pescoço caminha junto a melodia, e numa lembrança estamos nós ao ritmo de Waltz de Prokofiev. 
Tuas mãos firme em meu corpo, nosso pax de deux, aplausos, e nossas respirações cortadas.
Mas nessa noite não haverá nós.
Não existirá nossa dança.
Sem respirações se perdendo uma na outra, e não sentirei suas pulsações.
Os meus dedos não te sentirão mais, nossos pés não deslizaram juntos, e em seus braços eu não me entregarei.
Pois não suportaria vê-lo por detrás de olhos embaçados por lágrimas, meu coração não deixaria ter toques suaves... acabou.
Acabou como nossos beijos, acabou como nossos abraços, acabou como acabamos e eu não quero mais dançar com você... porque acabou.



1 comentários:

 

Curta