Portas da Percepção: Tédio




tédio
substantivo masculino
  1. 1.
    sensação de enfado produzida por algo lento, prolixo ou temporalmente prolongado demais.
  2. 2.
    sensação de aborrecimento ou cansaço, causada por algo árido, obtuso ou estúpido.

Engraçado. Nada pra fazer é como um vazio existencial. é como um ciclo vicioso. Nada pra fazer leva a não fazer nada que não leva a nada pra fazer. E a falta de vontade de fazer o que quer que seja faz parecer com que nada seja de verdade. Que nada seja sólido. Que tudo pareça vago demais. E nada interessa. O tédio verdadeiro não se trata só de não se ter nada pra fazer. É a verdadeira falta de interesse. Em qualquer coisa. Em Deus e no mundo. Nas cores e nos sons. Nos tamanhos e figuras. Na preguiça ou no sono. A falta de interesse no sono. A falta de inspiração. Engraçado. As vezes eu penso que assim é Deus. Perfeição deve ser entediante. Ou nada disso. Não é como dormir. Nem como acordar. Nem como sonhar. Não é prazeroso ou infeliz. Tédio deve ser o que sentem os infelizes no purgatório. Tédio é o que sentimos enquanto estamos em uma longa fila. E aí alguém fura.



1 comentários:

  1. Que legal isso! Dá medo de ver que é assim mesmo e você disse tão bem.

    ResponderExcluir

 

Curta

Siga