Apaixonada



 Palavras não são o suficiente para dizer o que sinto por você ou descrever o que sinto toda manhã ao abrir meus olhos. Não achava que estaria aqui, tentando escrever palavras pra te emocionar; não imaginei que fosse sentir tudo o que sinto hoje. Nunca sequer cheguei a pensar que gostaria tanto assim de você. Pouco mais de um ano atrás, você era apenas o garoto que eu procurava porque me fazia sorrir, me fazia bem. Agora, você não deixou de ser o cara que me faz bem, mas passou a ser também a minha maior necessidade.
 Pode soar clichê dizer que eu me lembro de todos os nossos dias juntos, mas você sabe que eu realmente lembro-me de vários. Lembro-me de cada detalhe... Detalhes que te deixam assustado cada vez que eu decido falar sobre tais memórias. Eu não consigo me esquecer deles e agradeço por isso, porque quando estou longe de você, são essas recordações que me fazem acreditar que você está onde quer que eu esteja. E está! Não importa o quanto eu tente resistir, você está em tudo ao meu redor, cada centímetro do meu corpo sabe que está.
 Por mais que eu diga a cada cinco segundos que te odeio, você sabe que, no fundo, estou tentando gritar que te amo a cada três! Embora eu diga que não, que gostar de você é impossível... Impossível é continuar escondendo o que sinto. Imaginação não é o suficiente para entender o que se passa dentro de mim cada vez que te vejo abrindo aquele sorriso, minha maior droga. E eu não tenho mais vergonha de dizer isso, sim, estou perdidamente apaixonada por você.

(Texto originalmente escrito em 2010, reescrito em 2015)





0 comentários:

Postar um comentário

 

Curta