Apatia

by - quinta-feira, junho 04, 2015



Apatia é uma condição psicológica designada por um estado emocional de indiferença. É a falta de emoção ou motivação de um indivíduo perante algo ou alguma situação, tendo como algumas das suas características o desgaste físico, a inércia, a fraqueza muscular e a falta de energia (letargia).

Eu me pergunto quantas pessoas hoje estão apáticas. No final de 2014 eu já tinha em mente que esse ano muito provavelmente ia ser pior que o anterior, porque é sempre assim que acontece e, até agora, a única coisa positiva que aconteceu foi eu ter dormido o dia todo 1º de janeiro. Eu tenho me sentido cada dia mais apática e hoje piorou consideravelmente, não tenho certeza se é pelo meu nível de sono estar menor, certamente contribui, mas principalmente o desgaste ocasionado pela faculdade, por mim mesma, pela vida que eu ando levando. Parece que as coisas ruins são sempre fadadas a superar as boas ou, pelo menos, acontecem com mais frequência que as boas. Principalmente quando você é como eu, que parece ter quebrado dez espelhos ao nascer, e acho que ainda não paguei os sete anos de azar por cada um. Eu tenho perdido a vontade de fazer absolutamente tudo que eu amo fazer, é aquela sensação de cansaço físico, mental, emocional, aquela vontade de chorar que vem e vai, mas você não consegue sequer chorar e as lágrimas ficam presas no fundo da sua garganta.
Pela manhã, eu fui para o estágio, quase não dormi na noite anterior e hoje levantei apusso para enfrentar o dia, não queria precisar recorrer a terapia novamente, mas sinto que cada dia que passa eu fico mais e mais perto da loucura. Eu vou empurrando as coisas para o fundo da minha mente e tentando usar um sorriso que não me pertence mais, fingindo que nada me machuca, mas não é verdade... dia após dia as coisas se tornam mais difíceis, o medo vai aumentando, as chances diminuem, a mesmice parece crescer e eu já não tenho nem mesmo perspectivas. Sinceramente? Queria ser internada, poderia ser apenas "o jeito mais fácil", ir para um manicômio e pronto. Mas, às vezes, penso se não seria o melhor jeito de eu ter paz.


Leia Também

0 comentários