Veneno



Meu amor por ele não era normal; era neurótico e homicida. Eu me sentia fora de mim, praticamente drogada. Ele me controlava facilmente, desde o começo, como se tivesse me intoxicado.


Música Tema:
Your Love's My Drug - Ke$ha




Veneno


Ele tinha um sorriso ácido - aliás, tudo nele era ácido; seus olhos, sua voz, seu senso de humor, seu toque, tudo me intoxicando e me viciando vagarosa e delicadamente, como um sádico que prefere prolongar o sofrimento para se saciar por mais tempo, mesmo que em doses menores.

Ele era como uma droga, injetando-se aos poucos no meu sangue, para que eu não percebesse que estava escorregando e caindo direto em suas mãos, ainda que fizesse meu corpo acender e minha pupila dilatar assim que se aproximava.

Por mais esperta que fosse, eu não percebia - estava sendo facilmente dominada pela ilusão que meu vício criava; como se eu olhasse através de uma câmera com a imagem congelada no que ele queria que eu enxergasse.

Quando algo dentro de mim gritava que estava errado, que eu precisava me olhar no espelho e ver o que aquele amor venenoso estava me causando, eu apenas ignorava. A razão berrava, pedindo para que eu fugisse daquela prisão líquida - mas a verdade era que eu gostava de como minhas células reagiam diante do perigo de seu veneno - de como seus olhos queimavam meu corpo enquanto me observavam.

Gostava de todo o seu veneno.



4 comentários:

  1. Boa noite,
    Como esta?
    As vezes,a pessoa que mais precisamos é a nossa droga...nosso vicio.

    Gostei do post :)
    Beijos e se cuida

    ResponderExcluir
  2. é! as vezes amamos o que nos faz mal! o nosso chamado: mal necessário!

    gabryel fellipe

    ResponderExcluir
  3. Adorei o layout, bem cara de site mesmo, mas fiquei meio confusa na ordem das postagens hahaha se é como o tumblr ou por ordem linear mesmo, então espero estar comentando no post certo hahaha
    Por mais que seja ruim, essa droga que nos faz tão bem, que nos deixa viciada, esse veneno. Gostei muito do texto!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  4. Oi Luisa! Tudo bem?
    Nunca vivi um "amor venenoso", mas já convivi com amigas que viviam tipo isso!
    Gostei do seu texto, muito intenso! =]

    Beijo, com Deus!
    http://tudo-oquesou.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 

Curta

Siga