Quero Escrever


Eu quero escrever.

Desde pequena sei que quero escrever. Desde que aprendi a juntar os primeiros traços em letras, as primeiras letras em palavras, as primeiras palavras em frases, eu quero escrever. Quero escrever porque tenho muito a dizer, porque tenho muitas palavras desconhecidas e quero usar cada uma delas em frases desconexas, em uma tentativa de uma citação brilhante... Porque quero aprender com cada erro ortográfico, cada frase mal montada, cada texto sem sentido.

Quero escrever porque quero esquecer... Esquecer todos os traumas, todas as decepções, todas as ilusões – todas as tristezas e amarguras. Todos os vilões e seus encantamentos, todos os fracassos e arrependimentos. Esquecê-los ao torna-los memoráveis, motivos de orgulho, motivações para uma superação, uma reviravolta.

Quero esquecer todos os limites também.

Quero colocar no papel todos os outros universos que existem na minha cabeça, quero conhecer todos os personagens que habitam meu coração. Quero escrever porque quero um mundo onde eu possa voar, onde eu respire embaixo da água, onde eu possa ler mentes – onde eu possa criar mentes. Um universo onde todas as mentiras da minha cabeça sejam verdades, onde elas façam sentido. Quero que das minhas mãos saiam raios, quero saber caçar, quero até viver um feliz para sempre. Quero realizar todos os romances dos meus sonhos, quero apresentar às minhas amigas meus namorados imaginários. Quero voltar no tempo, salvar vidas, talvez até ser uma rainha.

Quero escrever porque é gostoso ter o controle do passado, do presente e do futuro, e saber que mais gostoso ainda é deixar a trama se guiar sozinha.  Quero escrever – sim, quero descobrir planetas, viajar pelos continentes, descobrir a receita para a imortalidade. Quero experimentar a morte, nascer mais uma vez e fazer um espacate. Quero criar vidas e esperar suas mortes... E, principalmente, quero destruir mundos – mundos que me limitem, que me reprimam, que me censurem. Não preciso deles. Porque toda vez que eu escrevo, o meu mundo começa de novo.




11 comentários:

  1. Que texto lindo! Adorei *-*

    Bjus ♥ http://alanacrist.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. adorei o texto
    queria ter esse talento de escrever mais não mando bem nesse quesito kkk
    FB

    http://blogoimana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Escreve muito bem. Já me disseram que eu escrevo bem, mas não acho isso haha. Em fim, o texto ficou ótimo e me identifiquei com algumas partes!
    http://voceque-sabe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, parece que esse texto foi escrito para mim! Me vi nele,mas mesmas razões, mesmas sensações e paixão pela escrita!
    Como sempre, mais um texto perfeito! Você é boa demais nisso!!

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  5. gostei do texto vc escreve bem... queria ser vc pra escrever assim!!

    Kisses,
    Delicada e Abusada - Blog

    ResponderExcluir
  6. Me identifiquei tanto com esse texto ! Tão lindo.. Ameeeeei
    Seguindo o blog
    Bjs
    FB,
    http://amordeumapoeta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Só acho que gostaria de ter o dom de escrever, igual ao seu! Lindo o texto! Beijoos

    FB:
    www.maryanesilverio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Que texto lindo! Sinto como você! ;)

    http://relativismoescrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Traduz perfeitamente a alma de um escritor. Parabéns.

    ResponderExcluir
  10. Texto maravilhoso, amando conhecer teu blog <3
    http://e-nchantedforest.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 

Curta

Siga