John - Parte I: Despertar

by - quinta-feira, fevereiro 27, 2014


Sinto medo quando acordo e encontro seu olhar em minha direção. Prefiro acordar antes de você. Seu olhar é profundo e obscuro, mas sei que não está me observando de verdade. Você não pisca – acho que nem respirando está.

De tão parado, poderia dizer que está morto, mas sei que está bem vivo por dentro, em um turbilhão de imagens e sentimentos; pelo menos é assim que você explicou o seu despertar. É como se cada vez que você volta do mundo do sono, sua mente tivesse que te explicar quem você é, onde está e o que quer. Às vezes acho que sua própria mente não sabe quem você é, assim como eu não tenho certeza. É por isso que ela te recria toda manhã, tentando te encontrar.

No começo, eu ficava confusa e me assustava; mas hoje eu já reconheço seus padrões. Aliás, eu sou um deles. Sei que seus gostos mudam dia após dia, assim como sua voz e sua personalidade. Sua mente seleciona o que você vai lembrar detalhadamente e o que vai jurar que nunca aconteceu.

Às vezes chego a pensar que estou em algum registro permanente, pois você não muda comigo, mas já assisti padrões ficarem por meses e depois desaparecem. É por isso que não gosto de acordar depois de você – não sei até quando vai me amar. Não sei que dia vou acordar com suas mãos em meu pescoço.

Só sei que enquanto seu olhar está profundo, meu corpo treme de receio... e de expectativa. A verdade é que eu gosto de te redescobrir todos os dias – é como estar de volta ao nosso primeiro encontro; e, de alguma forma, você sempre faz o dia parecer como a primeira vez, conquistando-me e reconquistando-me, dia após dia.

Mas sua mente tem um preço alto – e psicopatas sempre vêm nos cobrar.



(Parte da Coletânea John - Luisa Lopes, 2014)

Leia Também

12 comentários

  1. Nossa, esse texto é perfeito.
    Fala muito de sentimentos e de relação.
    Realmente tocante.

    FB
    http://www.thayandrade21.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Uau, que texto intenso... Ficava me imaginando no lugar da protagonista, realmente, o texto passa um turbilhão de sentimentos!

    http://aquelamalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Uau!!! Reli o final umas 3 vezes... que perfeição!!!
    Milhares de sentimentos aflorados!
    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  4. Esse texto é muito perfeito! Beijos ♥

    Meu blog: karolinysantanna.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Claro que tive que indicar no Top Posts!

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
  6. Nossa, senti um certo medo nesse texto não sei porque...
    http://crismaria2013.blogspot.com.br/
    FB

    ResponderExcluir
  7. "Sei que seus gostos mudam dia após dia, assim como sua voz e sua personalidade." VISHE

    O texto é intenso e os personagens instáveis... parece a vida real mesmo.

    Um abraço,
    http://oepitafio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ualllllllllll caramba! Que talento.
    Incrível o texto e muito intenso!
    Adorei

    www.booksever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Gente, que texto! É incrível e bem intenso, gostei.

    Beijos,
    Baunália

    ResponderExcluir
  10. Texto incrível, muito intenso é de um livro ?
    PinkforPink-FB
    http://pink-for-pink.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não - é parte da minha coletânea de contos

      Excluir
  11. Foi profundo, tocante, me deixou sem palavras, me fez sentir a protagonista rsrs'
    FB
    http://kmilaassis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir