Palavras Amargas - Parte I



Palavras Amargas



Vasculhei os meus diários, procurando as palavras que queria te dizer; todos e cada um deles. E não encontrei nenhuma. Elas não estavam entre os “eu te amo”, “sinto sua falta” e “até amanhã”, porque jamais as escrevi. Jamais tive coragem de colocá-las em registro, mesmo que apenas para mim... dizê-las a você, então, doía só de imaginar. E agora, tempos depois,  sinto o amargo dessas palavras não ditas, sinto o ácido de tudo o que ficou entalado dentro de mim queimar cada milímetro do meu ser.

Lembra-se de todas as vezes em que eu te olhava, por muito tempo, em silêncio? Havia palavras me consumindo desde aquela época. Palavras doces que te fariam sorrir, que me fariam sorrir. Mas eu sofria, sem saber como falá-las, como articulá-las, e achava que não poderia ficar pior. Mas ficou. Depois delas, vieram as azedas; vieram as palavras que me secavam a boca e me molhavam os olhos... as quais ainda hoje me machuca o orgulho dizer, mas que sugam um pouco da minha vitalidade a cada dia a mais que eu demoro a coloca-las para fora.

Sei que não vai ouvi-las e, mesmo que elas cheguem a você, sei que não vai sequer perceber que são destinadas a você, ou ainda, ao se identificar, vai ignorar o significado delas. Já faço parte do seu passado, eu sei, e não pretendo mudar isso com o que vou dizer – só quero aliviar minha alma enfim, pois enquanto não tirá-las daqui, jamais poderei falar de você no pretérito.

Eu te amei a cada minuto em que estive ao seu lado, a cada instante em que fui sua, só nunca tive coragem de admitir. Você sabia, aliás, sempre soube, o quão profundo era meu medo e que, por isso, jamais soube lidar com o que sentia. Tive medo de me entregar por completo e coloquei meu temor acima do amor que sentia; te fiz sofrer, tentando me proteger. Fui egocêntrica, fui egoísta, pensando apenas nos meus sentimentos, no meu medo, sem olhar para o quanto você era afetado pelas minhas ações irracionais. No fim, eu mesma me machuquei.

Peço desculpas por não ter sido a mulher perfeita para você, por mais que eu quisesse, mas quero que saiba que a mulher que sou hoje é graças a você. Mesmo com todos os meus receios, foi com você que eu aprendi a amar, não apenas os outros, mas a mim mesma. Você me ensinou a gostar de coisas sobre mim que eu sequer enxergava como algo bom. Aos poucos me ajudou a destruir a muralha que eu construí entre o mundo e eu. Incentivou-me a seguir meus sonhos desde os meus primeiros passos no árduo caminho até alcançá-los; desde os primeiros contos, desde os primeiros vocalizes, desde os primeiros acordes, desde as primeiras estrofes, você estava lá.

Você me estendia a mão mesmo quando eu me negava em pedir ajuda. Mesmo quando eu te maltratava. Repassando todas as minhas lembranças, vejo que te tratei muito mal e me arrependo disso. Mas você nunca desistiu de mim; por mais teimosa que eu fosse, você nunca me deixou de lado. Foi ai que aprendi a oferecer carinho para as pessoas a minha volta, sem esperar retorno, por simples e puro amor, e aprendi, talvez tarde demais, a enxergar os sentimentos dos outros.

Espero de verdade que eu tenha conseguido te dar um décimo do que você me proporcionou, porque é quase impossível lembrar-me de você e não sorrir. O tempo que passei ao seu lado foi minha época de maior crescimento pessoal e foi graças a você. Espero que não guarde nenhum rancor, mesmo sabendo que te trouxe mais sofrimento do que felicidade; tenho tantas memórias de seu olhar triste, quando eu só queria te fazer sorrir.

Sei que me evitou depois de tudo, não sei se intencionalmente ou se simplesmente já não se importava mais. Na época doeu muito acreditar que não já representava nada para você. Com o tempo, eu só queria, apesar de tudo, ser sua amiga; poder, no futuro, te apresentar para os meus filhos e dar risada ao lembrarmo-nos de todas as besteiras que já fizemos; saber que ainda compartilharia de momentos de felicidade da sua vida ou momentos de necessidade. Entendo sua decisão, mas essa barreira me tortura desde que foi imposta porque perdi meu melhor amigo.

Só me resta te agradecer por tudo que fez por mim, por tudo que me modificou para melhor. Estou feliz agora, sou uma mulher de quem tenho orgulho, de quem você teria orgulho. Encontrei meu caminho e agradeço muito a você por não soltar minha mão quando eu estava perdida. Esperava que um dia eu pudesse dizer isso olhando nos seus olhos, mas colocar tudo para fora é o suficiente. Obrigada por fazer parte da minha vida, da minha história e me preparar para o que eu sou hoje. Seja muito feliz.

12/01/2014




18 comentários:

  1. Que texto lindo, estou num momento assim da vida, tentando manter uma amizade, mas que fere muito. Parabéns, Luisa.

    http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, você tem mt talento para escritora XD

    Bjs, http://bsaccani.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Que L-I-N-D-O!
    Amei o texto!
    Sucesso sempre!!

    http://fotografiaeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Lindo o texto!
    Já estou te seguindo :)

    http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  5. E eu diria estás mesmas palavras para um certo alguém, agradecer por ter me modificado para melhor.
    Amei o texto ♥♥
    Beijocas.

    http://dearitgirl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!!!, Deus te abençoe boa tarde, amiga texto maravilhoso amei
    parabéns amiga.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá! Como vai?
    Gente, você escreve muito bem! Não sou muito assim com romance, mesmo lendo e escrevendo coisas do tipo - vai entender!? -, e gostei bastante do seu texto. Você consegue colocar o sentimento nas palavras... Muito bom.
    Beijos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Texto lindo , como não amar ?! ♥

    http://sonhando-porai.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Texto maravilhoso <3.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Adorei o texto ♥♥
    Beijos, beijos!

    Dearitgirl.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Lindo texto!!
    Bjns...

    retribuindo sua visita e sendo sua seguidora...te espero la na minha!!

    http://juranemeupovo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Lindo texto, parabéns! Tú tem muito talento pra escrever coisas que tocam as pessoas.

    Aceitei seu pedido de afiliação, já coloquei, agora é só retribuir amor ;)

    Beijo,
    Nuvens de algodão-doce

    ResponderExcluir
  13. Arrasou! Lindo texto, parabéns Lu. Ah, sabe aquele post que eu fiz no blog e que você tinha dado a dica de eu afzer um suco de melancia com gengibre? Pois é, eu fiz o post, e se você quiser poderia ver: Post

    Clandestina a Bordo

    ResponderExcluir
  14. Que lindooooo, amei o texto! FB: GAROTAS-SENTEM.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  15. Oi, bonito texto. As vezes as pessoas se vão, deixam de fazer parte da nossa vida mas sempre deixam algum aprendizado, não é? Bjs
    Ju Santos/FB
    http://todaprincesamerece.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Que lindo texto. ( ͡° ͜ʖ ͡°)

    Simone Cury
    FB
    http://garotasglamourosasbysc.com/

    ResponderExcluir
  17. Que texto lindo! Me emocionei. Lembrei dos meus textos (mantenho alguns no meu blog, depois, se puder, dar uma olhadinha, e me diga o que achou), me identifiquei com a sua escrita. Parabéns!
    Quanto amor,quanta verdade dita, apenas em algumas linhas. Arrasou!
    É, o passado de alguma forma nos faz alguém melhor mesmo que com algumas lagrimas, mesmo que com algumas quedas, ainda sim nos faz ser quem somos. Um ser melhor!
    Incrivelmente lindas as suas palavras.
    Bjs de muito mais sucesso!!!
    www.depoisqueeumudei.com
    *FB

    ResponderExcluir
  18. Meninas só pra começar amei o formato do seu blog, eu gosto bastante quando aparece varios posts assim, beijinhos
    FB Jessica Reinheimer
    http://dicasfemininasetc.wordpress.com/

    ResponderExcluir

 

Curta

Siga